Neymara Carvalho fica em 3º lugar na sua volta ao bodyboarding

A pentacampeã mundial de bodyboarding Neymara Carvalho mostrou que continua em forma mesmo após dois anos de ausência das competições internacionais. A capixaba terminou a primeira etapa do Circuito Mundial 2015, em Arica, no Chile, na terceira posição, vencendo na última bateria a chilena Paloma Freygant, que contava com o apoio da torcida. A campeã da etapa foi Alexandra Rinder, das Ilhas Canárias, atual número 1 do mundo. A brasileira Isabela Sousa ficou com o vice-campeonato.
Motivada e bem animada em seu retorno às competições mundiais em alto nível, a bodyboarder capixaba revela que competir vai muito além de conquistar resultados e destaca o prazer da prática esportiva. A vontade de ser campeã novamente também é o que move a atleta veterana, que atua contra adversárias bem mais novas.
– Essa etapa serviria de teste para mim, para ver como seria esse retorno, e fiquei muito feliz em saber que estou entre as melhores e posso disputar o título. Estou tão animada quanto antigamente, nos cinco títulos que conquistei. Agora é bola pra frente, foco, determinação e saber as limitações que tenho. Estou competindo com meninas, no auge da forma, mas estou me dedicando, fazendo o que gosto, com amor e com prazer – declarou Neymara, que está com 39 anos e foi campeã mundial em 2003, 2004, 2007, 2008 e 2009.
Em busca do hexacampeonato mundial e sem patrocinadores, Neymara Carvalho realiza uma campanha de crowdfunding (financiamento coletivo) para conseguir recursos e continuar nas competições. As próximas etapas do Mundial que estão confirmadas serão em Sintra e Nazaré, em Portugal, e a brasileira só poderá participar se bater a meta da sua ‘Vaquinha Virtual’.
Os interessados em contribuir devem acessar o site www.kickante.com.br/neymara, escolher o valor e efetuar o pagamento com boleto bancário ou cartão de crédito. As cotas vão de R$ 10 a R$ 12mil (exclusivo para empresas) e as recompensas variam de um simples agradecimento na rede social a acompanhar a atleta no ISA Games, a ‘Olimpíada do Bodyboarding’, no Chile, em dezembro. Uma camisa exclusiva, pôster e a prancha e o pé-de-pato utilizados por Neymara também estão na lista.
O resultado das duas primeiras etapas pode ser em vão se eu não conseguir os recursos necessários para seguir no Mundial. Por isso estou pedindo a colaboração dos meus fãs e dos amantes de bodyboarding para, juntos, buscarmos o hexacampeonato para o Brasil. Sem eles não será possível – finaliza Neymara.
Fonte: www.globoesporte.com/es

, , ,

No comments yet.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: